segunda-feira, 15 de agosto de 2011

O Raio

O raio riscou o céu
e tudo se fez claro.
Nem as nuvens, tampouco a tempestade o deteve.
Fez barulho que ecoou.
O chão tremeu.

Tudo que estava no seu caminho se desfez.
Todavia, acabou no chão.
Foi do céu ao chão em fração de segundo.
Todos o virão.
Ninguém o negou.
Agora sequer existe.
Já nem lembram o que passou.