terça-feira, 8 de novembro de 2011

A estrela

Solitária, olhava um universo brilhando ao seu redor.
Cega, não viu seu encanto.
Morreu sem saber que existia.
Se foi, e ainda vejo seu brilho.