segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Insanidade disfarçada

Um violão, seis cordas que produzem muito mais que um som.
Voz que transmite mais que palavras, toca o coração.
Viajo na letra e na melodia.
Às vezes, percebo uma contrariar a outra.
Fico quieta.
Foi isso mesmo?
Estão em disputa?
Mais parece um jogo de sedução...
Sem saber a resposta, escuto o som que agrada aos ouvidos, movimenta o corpo e liberta a alma.
A música permite que os devaneios passem despercebidos...